Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Voltas da S

As Voltas da S

28
Jan16

Letra A

S.

Como já disse, ou se não disse, digo agora... Sou da Madeira e vivo no Porto. Para ser mais precisa, sou do Funchal e em 2007 vim para a faculdade, estudar gestão, no Porto. É sabido que na Madeira fala-se de uma maneira muito especial. A partir de frases/palavras em português ou outras línguas, desenvolveu-se uma linguagem muito peculiar. Esta linguagem é geralmente formada por "corrupção", por exemplo: Chimeco - diz-se que tem origem na palavra inglesa shoemaker (sapateiro), outrora inscrita numa sapataria do Funchal, cujo dono era de estatura relativamente pequena. Assim, na linguagem popular madeirense, por corrupção, ficou chimeco para caracterizar um homem de pequena estatura (a D. que vive comigo, é chimeca). Deixo-vos aqui um pequeno dicionário do que ainda é possível ouvir no dia-a-dia do falar madeirense para se rirem um bocadinho. Começamos pela letra A e assim seguimos até acabar o vocabulário (o nosso é igual ao vosso, está bom?)

A

Abicar-se – Atirar-se

Aboseirado – Sentado

Adufa – Fossa “Cheiras que nem uma adufa”

Áh cão – Expressão de nojo

Alivia – Atira, por ex. alivia a bola

Altear – Utilizado para expressar o acto de elevar/subir o volume do rádio, tv (alteia a televisão)

Aluado – cabeça no ar, maluco

Amanhar – Endireitar qualquer coisa. Também no sentido de se livrar de apuros – “Ele que se amanhe”

Andar de beiças – Estar amuado com alguém

Á pata – Ir a pé

Arcas – Costas

Atilho – Cordel Fino, Atacadores

Apatinhar/Apatanhar – Expressão usada para descrever o acto de pisar o pé a alguém

Apilhar/Apanhar - “Jogar à apilhagem”

Aquetar – Ficar quieto “Aqueta-te pequeno!”

Azougar – morrer

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub